Empreendedorismo

Os melhores bancos digitais para pequenas empresas

Ser empreendedor no Brasil é bem desafiador. Por isso, é preciso pensar em meios de economizar e tornar o dia a dia mais prático. Uma das formas é optar por abrir sua conta de pessoa jurídica (PJ) em um banco digital.

Apesar de os bancos tradicionais ainda serem a primeira opção de muitas pessoas, os bancos digitais, com todos os seus benefícios têm se tornado uma boa alternativa para abrir a conta PJ. 

Neste artigo, falaremos sobre as vantagens dos bancos digitais e quais são as melhores fintechs para as pequenas empresas abrirem suas contas. Mas primeiro, vamos ver o que é exatamente um banco digital.

O que são os bancos digitais?

Os bancos digitais são fintechs que mudaram a forma com que os clientes se relacionam com uma instituição financeira. Sua ideia principal é fornecer serviços financeiros digitais. 

Dessa forma, desde abrir uma conta até fechá-la, tudo é feito por meio de um aplicativo. Isso possibilita mais praticidade, comodidade e agilidade para o usuário, que não precisa mais enfrentar filas nos bancos para fazer qualquer serviço financeiro.

Outro ponto é que os bancos digitais, por não terem inúmeras agências físicas, conseguem reduzir o valor das tarifas ou nem cobrá-las. Assim, você pode fazer TEDs, pagar contas ou ver o extrato da sua conta sem pagar nenhum centavo por isso. 

bancos digitais

Quais são suas vantagens em relação aos bancos tradicionais?

Sabendo o que é um banco digital, precisamos saber quais são as vantagens dele comparado a um banco tradicional. Algumas até já foram citadas no tópico anterior, mas agora falaremos mais a fundo a respeito delas. 

Um banco tradicional passa a sensação de segurança, pois vamos até a agência e conversamos com pessoas reais para abrir uma conta, pagar um boleto ou fazer qualquer outro serviço financeiro. Mas, há várias desvantagens nele, como as longas filas, as taxas altas, estar preso ao que o seu gerente recomenda e a falta de praticidade em poder fazer algum serviço fora do horário de atendimento.

Em contraponto, o banco digital oferece diversos benefícios, como a inexistência de filas, o cliente escolher o que quer por conta própria, realizar operações mesmo fora do horário comercial via agendamento, inexistência de taxas ou taxas bem baixas e diversos serviços financeiros ao alcance da mão, bastando apenas ter um smartphone conectado à internet.

O único ponto em que as pessoas ainda sentem um certo receio em abrir ou não uma conta em um banco digital é a questão da segurança. Afinal, não há agências com atendimento presencial. Porém, os bancos digitais são empresas sérias, os que têm opção de investimento, por exemplo, contam com o Fundo Garantidor de Crédito (FGC) para melhor assegurar o investidor.

Com todas as vantagens que um banco digital oferece, ele é o melhor para as pequenas empresas que não podem gastar muito com taxas bancárias. Assim, o empreendedor economiza e torna seu dia mais otimizado, pois não é necessário ir até uma agência bancária para fazer seus serviços.

Em uma simples pesquisa na internet encontramos vários bancos digitais, porém nem todos oferecem a opção de conta jurídica, que é a utilizada pelas empresas. Sendo assim, listamos apenas os que têm a opção de conta jurídica e falaremos mais a respeito deles a seguir.

bancos digitais

Bancos digitais para pequenas empresas

A seguir, listamos 5 bancos digitais que contam com conta jurídica. Confira quais são e os serviços oferecidos.

Banco Inter

O Banco Inter oferece conta física e conta jurídica para seus clientes. A conta jurídica é disponibilizada aos clientes desde 2017. Sua abertura é feita por meio do aplicativo que deve ser instalado no smartphone.

A conta jurídica não tem taxa de manutenção e os seus serviços são todos gratuitos. Isso inclui TEDs, saques, emissão de boletos (100 boletos por mês) e transferência entre contas.

Além disso, o empreendedor tem acesso a linhas de crédito específicas para a modalidade e diversas opções de investimento. O empreendedor com conta no Inter tem disponível investimento em renda fixa e variável. 

BS2

O BS2 é um Hub financeiro que conta com diversos serviços e produtos, como conta digital para pessoa física, conta internacional, conta investimento, conta para pessoa jurídica e câmbio. 

Na conta jurídica, que é destinada para pequenas e médias empresas, o empreendedor tem acesso sem mensalidade e tarifa de manutenção. Mas, há alguns serviços que contam com uma pequena taxa, é o caso do boleto bancário compensado (R$2,47 por boleto) e a TED (R$3,50 por TED realizada).

Neon

A Neon oferece duas contas para pessoa jurídica: MEI fácil e Neon Pejota. A primeira tem como público-alvo os Microempreendedores Individuais, já a segunda é mais indicada para Microempresas. Assim, os empreendedores podem fazer diversas transações por meio da conta que escolherem.

As contas não têm mensalidade e nem tarifa de manutenção, porém a Neon cobra algumas taxas pelo uso de alguns serviços. É cobrado R$2,90 por boleto emitido, R$3,50 por TED e R$6,90 por saque na rede Banco24Horas. 

Banco Original

O Banco Original oferece a Conta Pessoa Única, em que une conta pessoa física e pessoa jurídica. Por meio dessa conta é possível fazer todas as transações financeiras que os outros bancos digitais oferecem, porém é cobrado uma mensalidade que depende do plano que você escolher.

No plano básico, é cobrado R$19,90 ao mês, o que dá direito a 5 TEDs, 6 saques e 20 pagamentos ao mês. Já no plano ilimitado, o cliente tem TEDs, saques e pagamentos ilimitados e ganha a maquininha Original para utilizar no estabelecimento.

Como é possível perceber, alguns dos bancos digitais são melhores para as pequenas empresas, como o Inter, pois não cobram taxas ou, se cobram, elas são mais baixas. Outros bancos já tem uma conta para pessoa jurídica mais indicada para empresas pequenas mas que já estão crescendo. 

Você já utiliza um banco digital para sua conta da empresa? Comente abaixo qual é o banco e fale um pouco sobre sua experiência.

DEIXE UM COMENTÁRIO